Valência
15/07/2019

Os charmes de Valência

Valência é uma cidade que fica na costa leste da Espanha, no Mediterrâneo, logo abaixo de Barcelona. Foi a primeira cidade grande que escolhemos na nossa chegada à Espanha. De início, não estava dando a mínima para esta cidade. Praias urbanas, cidade grande, cheia de gente, nem de longe um destino que enche os olhos de quem chega no país. Engano meu! Valência é cheia de vida, 100% acessível para carrinhos de bebês – todas, eu disse todas as calçadas têm guia rebaixada nas faixas de pedestres; seja na parte mais moderna, seja no centro velho. Tem gente sorridente, tem ciclovia espalhada pela cidade toda, é lotada de bares e restaurantes, é linda! Ah, e tem passeio para todo tipo de gosto. Tem museu, tem parque (aliás que parque sensacional!), tem monumentos históricos, igrejas, aquário, museu de ciências altamente interativo. Nosso primeiro dia em Valência foi para explorar o centro velho. Nosso hotel estava localizado fora dessa área, principalmente por conta da dificuldade de locomoção e estacionamento na área (nosso carro era bem grande!). Dava para ir andando, pois estávamos a mais ou menos 1,5km de distância do centro velho.
Aí começaram minhas boas impressões.

Fonte: Viagem, Comes e Bebês.
Fonte: Viagem, Comes e Bebês.
Fonte: Viagem, Comes e Bebês.

Calçadas bem cuidadas e acessíveis, como já disse. Cidade bem sinalizada tanto para carros, como para pedestres. Passamos por um lindo parque que estava cheio de gente correndo, fazendo pique-nique, brincando com cachorros e crianças (era um sábado). No caminho, escolhemos andar pelo meio da rua. Explico: as ruas na parte nova da cidade são bem largas. No meio das duas faixas, tem uma rua para pedestres e a ciclovia. Essa parte para pedestres, tem bancos a cada 20 ou 30m e é rodeada por árvores históricas e identificadas.

Fonte: Viagem, Comes e Bebês.

No meio do caminho, nos deparamos com a parada LGBT que estava acontecendo na cidade. Não se compara com o tamanho da de São Paulo, mas estava bem cheia e animada. Ficamos tensos de não podermos cruzar, mas foi bem tranqüilo. Para você ter ideia do clima, essas fotos ai abaixo foram batidas perto das 20h00.

Fonte: Viagem, Comes e Bebês.
Fonte: Viagem, Comes e Bebês.
Fonte: Viagem, Comes e Bebês.
P.S.: Olha o detalhe do repórter.

Fizemos uma parada na estação de trem para admirarmos as paredes e tetos cheios de obras de arte e as meninas quiseram brincar no carrossel.

Fonte: Viagem, Comes e Bebês.
Fonte: Viagem, Comes e Bebês.
Fonte: Viagem, Comes e Bebês.
Fonte: Viagem, Comes e Bebês.

Cruzamos tranquilamente a parada e continuamos nossa visita passando pelo prédio dos Correios até chegarmos no prédio do Museu Nacional de Cerâmica e Artes Decorativas González Martí. O que me interessava ali não era o museu em si, mas sim a fachada do prédio que ele está localizado: O Palácio Del Marqués de Dos Águas que é uma construção em estilo Rococó datada do século XV e considerada pelos valencianos um marco de opulência na nobreza espanhola. É realmente lindo e está muito bem conservado! Não visitei o museu, mesmo porque já estava fechado, mas, como eu disse, eu queria mesmo era ver o prédio!

Fonte: Viagem, Comes e Bebês.
Fonte: Viagem, Comes e Bebês.

Continuando nosso passeio pelo centro, fomos jantar no Mercado de Colón. Não é um mercado, é como uma grande praça de alimentação com vários restaurantes bacaninhas pertencentes ao circuito gastronômico de Valência. Fica em um prédio símbolo da Art Nouveau da região e estava beeeeeem lotado. Como estávamos em muitas pessoas e já era um pouco tarde, não conseguimos jantar em qualquer lugar e tivemos que escolher um lugar mais simplezinho. O jantar não estava sensacional, mas minha escolha foi certeira. Gostei!

Fonte: Viagem, Comes e Bebês.
Fonte: Viagem, Comes e Bebês.
Fonte: Viagem, Comes e Bebês.

E assim acabava nosso primeiro dia e Valência. Deixamos os outros monumentos do centro velho para o dia seguinte, pois chegamos na cidade perto das 18h00 e, ainda assim, como anoitece só às 22h00, deu para aproveitar um monte!

O que você achou desse post? Comenta aí!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *