Orlando
05/05/2013

Enxoval em Orlando – parte 1

Quando descobrimos que estávamos grávidos, já tínhamos programado passar o Ano Novo na Disney, com a família toda! Sabíamos que minha esposa não poderia ir em todos os brinquedos e aproveitar os parques totalmente, mas uma coisa também sabíamos: o enxoval já estava garantido!!
De uns tempos para cá, um montão de gente corre para os EUA quando descobre que está esperando um bebê. Os itens de enxoval são muitíssimo mais baratos, além de oferecer um milhão de opções que aqui não temos.
Como nesse blog falo de viagens, comida e bebês, não podia nunca deixar de mencionar um de meus lugares prediletos para viajar, nem de falar de enxoval!
Com certeza ainda darei algumas outras dicas de enxoval pelo mundo, mas vamos por partes, tenho que começar de algum lugar…


Ceia de Natal, almoço do dia seguinte e malas prontas! Viajamos no dia 26 com destino a Miami e escala no Chile. Família toda e aquela bagunça no aeroporto! Fomos em 8 pessoas e poucas malas, afinal voltaríamos lotados!
Escolhemos Miami, pois o pessoal não conhecia e a passagem estava bem mais barata, mas para enxoval, acho um pouco difícil. Orlando tem mais opções e o transporte e estacionamento é mais fácil!
Chegando lá, o aluguel de carro é fundamental! Alugamos dois carros médios e fomos para o hotel. Passeamos, conhecemos, fomos até a praia para tirar umas fotos, fizemos algumas mini comprinhas… Ficamos dois dias! E rumo a Orlando, que é o que interessa!
Viagem muito tranquila pela I-95. Há também a opção de ir direto pela Turnpike, mas paramos em um mega outlet – o Sawgrass mills – e vi que a I-95 tinha um melhor acesso.
Até o Sawgrass dá mais ou menos 1 hora do hotel que estávamos, o Courtyard by Marriott Miami Airport. Saímos logo depois do café da manhã para aproveitarmos bem o outlet. Afinal, logo depois, iríamos seguir viagem até Orlando, que seriam mais quase 300km de uma estrada totalmente reta e bem sinalizada.
O Sawgrass é um outlet gigante e muito bem dividido por setores, mas em cada setor tem tipos diferentes de lojas, então, logo na entrada, pegue um mapa e selecione qual setor quer visitar. Se você for bem organizado, o ideal seria escolher isso aqui do Brasil, vendo o mapa pela internet, porque aí você pode escolher uma entrada e um estacionamento específico, para não ter que andar demais e perder tempo à toa…
Ficamos lá até o fim da tarde e, depois de muuuuitas sacolas, seguimos viagem rumo à Orlando. Isso já era dia 29 e ficamos hospedados no Pop Century’s Resort por duas noites. Alugamos dois quartos e achei um tamanho ideal e bem localizado!
No dia seguinte fomos até o Epcot, pois tinha reservado um almoço e um show – o Candlelight Processional – com músicas de Natal. Foi um pouco cansativo, mas bem bonito. O almoço estava ótimo (fomos no pavilhão da Itália) e dava direito a lugares especiais no show de fogos – lindo também, mas nada diferente de outras épocas do ano.
No dia 31 fomos até o Magic Kingdom… nós e outras 100.000 pessoas!!! Chegamos perto das 11h00 e só entramos, pois estávamos hospedados nos hotéis da Disney. O parque já estava fechado para quem não estava dentro da Disney e minha mulher quase teve um treco dentro do carro quando estávamos chegando e vimos muitos carros fazerem o retorno.
Só para explicar: ela faz aniversário dia 01/01 e fazia questão de passar a virada do ano dentro do Magic Kingdom!
Conseguimos! O parque estava abarrotado e não conseguimos fazer NADA… Só andar de um lado para o outro esbarrando nas milhares de pessoas que lá estavam. Quando era perto das 20h00, nos dirigimos para a frente do castelo para garantir um lugar para os fogos da meia-noite. Atenção: eu não exagerei… às 20h00 já quase não tinha lugar lá!!! Ou era essa hora, ou teríamos que ver os fogos de outro lugar! Ficamos 4 exaustivas horas sentados lá esperando os fogos, mas valeu cada minuto!! É realmente fantástico (na minha opinião, só não bate o 4 de julho…). Sonho realizado!!
Estávamos exaustos. Saímos de lá perto das 3h30 e fomos direto para o hotel.
Dia seguinte, saímos do Pop Century e fomos para o Bay Lake Tower, ao lado do famoso Contemporary Resort (aquele em que o monorail passa por dentro). Aqui paro para fazer uma pequena explicação…
Desde 2009, somos membros do Disney Vacation Club (DVC). É um programa que você compra pontos e os transforma em diárias de hotel ou cruzeiro pelo mundo todo, mas é muito vantajoso para quem costuma ir para a Disney com frequência, pois as hospedagens em hotéis bacanas ficam de graça! (na verdade não é de graça… você compra os pontos e paga até um pouco caro por isso, mas fazendo as contas de tudo o que se gasta com o programa, as diárias em hotéis de alto padrão acabam saindo, em média, por 90 dólares para quatro pessoas!!!)
Bom, não me arrependo de pagar todo mês por isso! Aliás, gostamos tanto, que, em 2010, compramos mais alguns pontos!!
Nessa viagem, ficamos por 10 noites em um quarto gigantesco (2-bedroom) em oito pessoas sem pagar nenhuma taxa adicional! Eram 2 quartos, um com duas camas de casal e outro com uma king size gigante; duas varandas, uma sala com mais 1 sofá-cama, 1 cozinha completa, 2 banheiros e 1 lavanderia (praticamente uma casa!).
O hotel é excelente! Fica a uns 500 metros do Magic Kingdom e todas as noites, se você quiser, você pode ver os fogos na cobertura do hotel (só para hóspedes).
Nos próximos dias visitamos todos os outros parques da Disney e da Universal, mas não é nesse post que vou dar essas dicas… Estou aqui hoje para falar dos outlets e de lojas para enxoval do bebê.
Existem dois grandes outlets em Orlando, ambos da marca Premium Outlets. Um fica no Lake Buena Vista (Vineland Avenue) e o outro na International Drive. Existe mais um, bem bacana, que é o Lake Buena Vista Factory Stores.
Dentre as lojas mais famosas, estão a Carter’s, a Oshkosh B’gosh (mesma rede que a Carter’s, mas um pouco mais bacana), a Gymboree (com ótimas promoções no fundo da loja) e a Heartstrings (com ótimas opções de pijamas e vestidos para as meninas). Também tem a Janie and Jack (com roupas bem bacanas, mas bem caras), a Gap, a J. Crew, as tradicionais Ralph Lauren e Nautica, a adorada pelos brasileiros, Tommy Hilfiger e a moderninha P.S. from Aeropostale (esta somente no outlet da International Drive).
Os preços são para todos os bolsos e as opções, para todos os gostos!
O LBV Factory Stores é um outlet bem menor, mas vale muito a pena, pois é muito mais vazio que os outros dois e você pode estacionar bem na frente da loja que quer comprar, encher o carro de sacolas e ir para outra loja de carro também. As opções, porém, são mais restritas: Carter’s, Oshkosh B’gosh, Gap, Tommy Hilfiger e um algumas poucas opções na Aeropostale. O que faz valer a visita também é uma loja da Lindt, com várias promoções de chocolate e um achado, a Izod, com calças masculinas baratas e de ótima qualidade – paguei em uma 11 dólares!!! – e uma Calvin Klein bem grande e bem vazia!
Em relação a carrinhos de bebê, cadeiras para carro, mamadeiras, decoração para o quarto e tudo o mais que você acha extremamente necessário comprar (mas nem sempre você vai lembrar de usar) estão na Babies’R’Us (a que eu  recomendo é a que fica ao lado do Florida Mall, que é bem grande e completa fechou), na Macrobaby (também ao lado do Florida Mall) e no Walmart (pesquise aqui antes de sair que nem um louco comprando nas outras duas primeiras – dá para pesquisar pela Internet e, se você achar algo que você queira muito, você pode comprar pela Internet e mandar entregar no hotel ou retirar em uma filial específica da sua escolha).
Aguarde o próximo post com dicas específicas de carrinhos, acessórios e afins!

O que você achou desse post? Comenta aí!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *